Home Quem Somos Adoção Adotados Apadrinhamento Como Ajudar Fale Conosco
Notícias

Arraial Gatópoles

FELV - Leucemia Felina

FIV - Vírus da imunodeficiência felina

Saiba porque os gatos lambem pessoas e objetos

Coruja e gato que são 'amigos' viram atração em café de Osaka; veja fotos

Assistir a vídeos de gatos na internet pode aliviar ansiedade, diz estudo

FELV - Leucemia Felina



O que é FELV?
A FELV, ou leucemia felina, é causada por um vírus, que compromete as defesas imunológicas dos gatos, deixando-os vulneráveis a doenças infecciosas, lesões na pele, desnutrição, cicatrização mais lenta e problemas reprodutivos. Em alguns casos, pode ser completamente assintomática.

Quais os cuidados com um gatinho que tem FELV?
Assim como no caso de gatinhos saudáveis, é importante oferecer ração de boa qualidade, não dar alimentos crus e leite, pois oferecem um maior risco de infecções bacterianas e parasitárias em gatos com FELV. Também é importante evitar situações de estresse para o bichano, tais como banhos, viagens, mudanças grandes na rotina da casa, etc. Alguns veterinários também recomendam medicamentos para fortalecer o sistema imunológico. Isto porque, normalmente, são doenças secundárias que causam a morte do animal e não a FELV em si.

Como a FELV é transmitida?
A leucemia felina não é igual à leucemia humana. NÃO É TRANSMITIDA PARA SERES HUMANOS, NEM PARA OUTRAS ESPÉCIES. É UMA DOENÇA EXCLUSIVA DOS GATOS.
A transmissão é feita via saliva, secreções nasais, urina e sangue. Fêmeas prenhes podem passar o vírus para seus filhotes, diretamente pela placenta ou durante a amamentação.

Gatos positivos para FELV podem conviver com negativos para a doença?
Atualmente, existe uma vacina (V5, ou quíntupla felina), que protege os gatos saudáveis de contrair FELV. Os animais vacinados contra a leucemia estão protegidos em 95% dos casos.

Como descobrir se meu gato tem FELV?
Para chegar ao diagnóstico de FELV e também de FIV (vírus da imunodeficiência felina), é feito um exame de sangue em clínicas ou laboratórios veterinários. O resultado sai rapidamente.

Siga essas dicas:
Fique sempre atento a alterações nas gengivas, nos dentes, nas orelhas, no peso e na pelagem do gatinho;
Observe se está comendo pouco, bebendo muita ou pouca água e/ou se apresenta febre;
Caso note algo estranho, leve-o ao veterinário. Isso vale também para gatinhos que não são portadores de FELV.

Fonte: Gatinho Branco
Link: http://gatinhobranco.com/

» Home
» Quem somos
» Adoção
» Adotados
» Apadrinhamento
» Como ajudar
» Fale conosco
» Afofagato
» Eventos
» Prestação de contas
» Publicidade
» Doações
» Voluntários
» Parceiros
  Cadastre-se para ficar por dentro das novidades, agenda de eventos e muito mais.
Nome

E-mail


 
Desenvolvido por Caftech